• BiuNewsbytePhotoOctober2015a.jpg
  • Campus_Ramat_Gan.jpg
  • DSC00137.jpg
  • DSCN8738.jpg
  • DSCN8753.jpg
  • DSCN8791.jpg
  • Edificio_Jim_Joseph.jpg
  • Estudio_de_Tora.jpg
  • HonorisCausa20151.jpg
  • JULY2018.jpg
  • NB042018.jpg
  • NB042018b.jpg
  • NB0717A.jpg
  • NB092017A.jpg
  • NB092017BES.jpg

27 de Tamuz 5774                                                                                                                            25/07/2014

Prezado Amigo,

Tzav8-literalmente comando 8, é o código para uma convocação de emergência. É o sinal que diz que estamos em guerra, agora é a hora de agir. Cada reservista sabe que ele não pode recusar  esta chamada. Sem consulta no dentista, entrevista de emprego ou até mesmo o serviço do júri poderá liberá-lo desta chamada.

Tzav8-AGORA É A HORA DE APOIAR SEU PAÍS.

Milhares de soldadosestão sendo chamados em uma base regular. Milhares de mães e pais, irmãs e irmãos são perturbados com pânico e ansiedade. Soldados e reservistas igualmente vestiramem seus uniformes e vão para o fronte.
A Universidade Bar-Ilan se orgulha dos seus estudantes que atenderam a esta chamada. Nós sentimos um tremendo senso de honra que os nossos alunos não estão fugindo a sua responsabilidade. Mas também estamos preocupados com eles, obviamente, em primeiro lugar e acima de tudo pela sua segurança física. Nós sabemos que vocês estão todos unidos conosco em oração para o seu retorno ileso. Nossa preocupação vai muito além de sua segurança física; estamos realizando projetos para se certificar de que suas carreiras acadêmicas não sofrerão porcausa da guerra. Nossos homens, mulheres e jovens estão colocando suas vidas na fila 24hs por dia/7 dias por semana- o mínimo que podemos fazer é ter certeza de que as coisas sejam mais suaves para eles quando retornarem a seus lares.

ESTEÉ O NOSSO TZAV 8!

Mas não somente os nossossoldados estudantes que estão sendo afetados. O ano letivo chegou ao fim e está em tempo final de graduação. Muitos estudantes da BIU vivem no sul do país. Dia após dia, hora após hora, suas cidades e vilas estão sendo bombardeado por foguetes e mísseis, muitas vezes com apenas um aviso de 15-30 segundos. Esses alunos não podem chegar ao campus para levar seus exames. As esposas e os irmãos de soldados em combate não podem se concentrar em seus estudos e os exames também serão afetados. Sirenes foram ouvidas em uma base regular no campus e nas áreas ao redor. As famílias e os indivíduos no centro do país estão sofrendo de choque e preocupação excessiva e assim não pode funcionar. A Universidade Bar-Ilan pretende adicionar datas para exames adicionais, e adiar alguns exames para ajudar.
TZAV8-AGORA É A HORA DE APOIAR SEU PAÍS. Com a sua ajuda nós podemos:
  *Oferecer orientação e aconselhamento, tanto em nível individual e em grupo para as famílias dos soldados que estão em necessidade de apoio emocional e psicológico, com efeito imediato;
 * Abrir a nossa clínica de serviço social psicologia para os civis que estão tendo problemas em lidar com a realidade de sirenes e foguetes em suas casas o mais rápido possível.
  *prestação de serviços profissionais para os soldados que retornam afim de  ajudá-los a lidar com as experiências da guerra e do reajuste à vida civil

*fornecer apoio financeiro aos nossos alunos soldados que desistiram por conta dos rendimentos auferidos, a fim de lutar pelo país

*prestação de serviços auxiliares de retornar soldados na forma de tutores e mentores extras, palestras vídeos etc
 * Seu apoio também nos permitirá estabelecer uma clínica para perda e Trauma
  *agradecer aos soldados de combate que estão na frente de batalha, fornecendo-lhes bolsas de estudos é a nossa maneira de deixá-los saber que eles são apreciados.
  *Vigilantes do Fundo para as datas dos exames adicionais.

Estamos todos confiantes e esperançosos de que todos os nossos alunos irão voltar para suas casa, todos eles vão estar de volta a tempo para o início do ano letivo. O IDF  (Israel Defense Force) é forte e poderoso e com a ajuda de D'us será vitorioso. Com a sua ajuda, vamos ter certeza de que retorno dos soldados a suas casas será o mais simples possível.

Com meus sinceros cumprimentos,

Yossef Bar-Magen

O Professor Shamma YehudahFriedman foi anunciado em 14 de janeiro deste ano, como o ganhador do prestigiado Prêmio Israel, concedido anualmente pelo Ministério da Educação de Israel. Este prêmio lhe foi outorgado em mérito por seu "extenso trabalho de pesquisa na literatura talmúdica, suas ramificações e suas variações, o que lhe trouxe o reconhecimento internacional, como um dos principais pesquisadores que lidam com a Mishná e Toseftá, questões estruturais e literárias e formação do Talmud babilônico, o desenvolvimento de temas na lexicografia na Hagadah, na língua  deHazal e opiniões sobre a literatura dos primeiros geonim ", como disse o Ministro da Educação, Rabino Shai Piron.

Prof. Fridman, ganhador do Prêmio Israel

Entre suas numerosas conquistas acadêmicas, se destaca a promoção de uma forma de análise metódica da literatura rabínica, particularmente a Talmud Babli. Além disso, desde 1993, desenvolveu um projeto que torna as interpretações do Talmud accessíveis a um público abrangente, no hebraico moderno.

Setembro, 2013

Científicos israelitas têm desenvolvido uma tecnologia que pode permitir às pessoas cegas de nascimento ver com a ajuda de uma lente de contacto biónica. Uma pequena câmara recebe a informação visual do meio ambiente e transmite sinais a uma lente de contacto biónica.

A nova tecnologia, desenvolvida por uma equipa da Universidade Bar-Ilan, ainda não tem recebido a aprovação para os ensaios clínicos, mas a sua viabilidade está a ser provada em pessoas que vêem, com a ajuda de um modelo de simulação de lente biónica.

A tecnologia consiste numa pequena câmara que recebe a informação visual do meio ambiente e transmite sinais a uma lente de contacto biónico. A lente passa os sinais através de eléctrodos na córnea e de ali às áreas sensoriales do cérebro, o que gera um estímulo que simula a informação visual.

“Esta tecnologia é uma boa notícia para a humanidade, sobretudo em levar a vista aos cegos de nascimento sem necessidade de cirurgia ou danificar outros sentidos ou órgãos vitais”, diz o Professor Zeev Zalevsky, chefe de Engenharia Eléctrica e Nanofotónica da Universidade de Bar-Ilan, quem dirige a equipa de investigação.

Prof. Zeev Zalevsky

Nos últimos anos, várias empresas de todo mundo têm desenvolvido um olho biónico, mas todos eles se baseiam numa tecnologia que é de pouca ajuda a quem são cegos de nascimento. Este sistema, que não passa pela retina, está dirigido àqueles que sofrem de degeneração de retina.

A resolução visual em olhos biónicos existentes é de aproximadamente 16 pixels, em comparação com um milhão de (1 mega) pixels num olho normal. Isto permite às pessoas com implantes de olhos biónicos distinguir entre a luz e a escuridão e as sombras, mas não distinguir objectos ou letras inteiras, ou conseguir independência e mobilidade.

Em contraste, a nova tecnologia israelita não é invasiva e está destinada a proporcionar a vista aos cegos de nascimento. A lente biónica estimula os nervos da córnea na parte externa do olho, que estão ligados no cérebro às áreas que processam a informação sensorial.

O objectivo proposto terá uns 10.000 pequenos eléctrodos que permitam a estimulação da córnea. “A córnea é a parte mais rica do olho em nervos sensoriales e tem dezenas de milhares de pontos sensoriales para que os pequenos eléctrodos se possam ligar “, diz Zalevsky.