• BiuNewsbytePhotoOctober2015a.jpg
  • Campus_Ramat_Gan.jpg
  • DSC00137.jpg
  • DSCN8738.jpg
  • DSCN8753.jpg
  • DSCN8791.jpg
  • Edificio_Jim_Joseph.jpg
  • Estudio_de_Tora.jpg
  • HonorisCausa20151.jpg
  • JULY2018.jpg
  • NB042018.jpg
  • NB042018b.jpg
  • NB0717A.jpg
  • NB092017A.jpg
  • NB092017BES.jpg

NewsBytes march 2019

A Profa.Rachela Popovtzer, realiza uma pesquisa para desenvolver um marcador radioativo, baseado em nano partículas, para a detecção de câncer. O objetivo deste estudo é facilitar, pela primeira vez, a distinção entre tumores e inflamação.
O método de imagem mais comum para diagnosticar e controlar o câncer hoje em dia é a tomografia por emissão de pósitrons (PET) usada com o material de contraste radioativo uorodeoxyglucose (FDG). No entanto, o FDG fornece altas taxas de falsos positivos, levando a falsas observações terapêuticas e altos custos para os sistemas de saúde.

O principal problema é que o teste não só detecta tumores, mas também inflamações, o que dificulta a diferenciação entre tumores cancerígenos e inflamação.
"A tecnologia que estamos desenvolvendo é importante porque permitirá aos médicos fazer um diagnóstico melhor", disse a Profa. Popovtzer. "Outra vantagem é que ela será usada em centros de PET / CT existentes e usará equipamentos que já estão em operação, sendo assim, muito mais econômica ".

Pin It